terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

O "Barde"


O meu barde tá furado,
o que eu faço, nhô marido?
Tapa o furo ó muié tonta, tapa o furo ó muié!

E cum que eu tapo furo, diz cum que nhô marido?
É cum barro ó muié tonta, é cum barro ó muié!

E se o barro tiver seco, come eu faço nhô marido?
Móia o barro, muié tonta, móia o barro, ó muié!

E como é que eu móio o barro, barro seco, nhô marido?
É cum água muié tonta, é cum água, ó muié!

E como é que eu pego a água, diz como é, nhô marido?
É com o barde, muié tonta, é com barde, ó muié!

Mai o barde, tá furado como eu faço, nhô marido?
Tapa o furo ó muié tonta, tapa o furo ó muié!
Áááááááááááááááááááááááá!!!!!!!!!!!

Um comentário:

Juliana Oliveira disse...

Assisti uma certa vez, na cultura , e enfim achei ! Gostaria de ver novamente esse poema cantado !